Vizinho Infernal 1 - Jogando para ganhar, R. L. Mathewson


Um dos livros que eu mais me diverti lendo. Na verdade, toda a série "Vizinho infernal" é maravilhosamente engraçada. R. L. Mathewson criou não só o crush mais desejado de todas as leitoras apaixonadas, mas uma família inteira: os Bradford. Por que tudo que é bom pode sim ser em dobro, ou em quíntuplo, já que são, até agora, cinco livros lançados. Em "Jogando para ganhar", Jason, o vizinho que todo mundo detestaria ter, ou não, vai enlouquecer Haley até o ponto dela se apaixonar perdidamente por ele. Uma covarde e um esfomeado - um deles, na verdade. Uma pequena grafanhoto.


Título | Jogando para ganhar
Autor | R.L. Mathewson
Série | Um Vizinho Infernal
Páginas | 220
Cansada de ser a maior covarde do mundo, Haley decide que as coisas vão mudar começando por seu vizinho insuportável que tem muito charme e pouca compostura. O que ela não esperava era ser sugada para dentro de seu mundo, mas Haley tem um plano e não vai esquecer o que o bad boy ao lado é capaz de fazer. A última coisa que Jason esperava era que sua tímida vizinha se lançasse sobre ele como um Rambo por algumas flores em ruínas. Depois que ele decide colocá-la sob sua proteção, não pode deixar de notar que ela se encaixa perfeitamente em sua vida. Agora a única coisa que resta é convencê-la de que isso é algo mais do que um jogo.
 

Haley é a típica menina de família, esforçada, que deu o sangue para conseguir tudo que tem. Depois de muito esforço e determinação, conseguiu comprar sua tão sonhada casa própria. Porém, seus dias no paraíso foram contados. Exatamente quatro meses. Terminou no dia em que Jason Bradford se mudou para a casa ao lado e iniciou cinco longos anos de tortura e desespero total: janelas quebradas, pessoas semi-nuas tentando se esgueirar pelo muro para a sua piscina, som alto, bagunça, enfim. Tentou vender a casa inúmeras vezes sem sucesso, até o fatídico dia.
As flores eram a última gota. Sua avó lhe deu as mudas de seu próprio jardim quando ela comprou a casa e ela amou. Ela viu a mangueira enrolada e tomou uma decisão fácil. Isso acabou aqui e agora. Os dias de sua covardia com o mundo acabaram
Para Jason Bradford sua linda e tímida vizinha o tinha evitada esses longos cinco anos por um fato vergonhoso de sua parte logo quando foi conhecer sua futura residência, fato que tentou inúmeras vezes tentou se desculpar, sem sucesso já que ela fugira todas as vezes. Entretanto, percebeu que era pura timidez, que a fazia concordar com tudo pelo simples fato de não conseguir contrariar ninguém. Mas, depois do episódio com as flores, uma noite inteira com ela, pizza e um jogo de beisebol, ele começou a vê-la de outro jeito, uma amiga, fã incondicional - assim como ele - dos Yankees. Apesar da timidez, Haley se mostra uma pessoa engraçada e um pouco maldosa, de uma forma interessante, com Jason. A amizade deles se fortalece ao passar das páginas e acabam virando inseparáveis, até que, como em todo romance, eles se apaixonam. Mas, como nada é fácil demoram muito para perceber isso. Mas, entre o amor existe as brigas, separações, maus entendidos e invejosos. Quando tudo esta se encaixando, desmorona.
Ela não podia sequer olhar para ele quando disse:
— Eu realmente sinto muito, Jason.
Jason não podia se mover, mal conseguia respirar quando Haley levantou-se na ponta dos pés e deu um beijo em sua bochecha.
— Sinto muito — ela disse, parecendo à beira das lágrimas. — Nós sempre seremos amigos — disse ela, entregando o golpe mortal.
 Intenso e suave, "Jogando para ganhar" é um livro para um fim de semana tranquilo em que se ler na rede ao som da chuva. Ou em qualquer dia e clima que se queira relaxar com um romance quente e engraçado. Sem dúvidas, você vai amar Jason, ficar com raiva da Haley, amar a Haley e ficar com raiva do Jason. Um livro de amor e ódio.


Boa Leitura!

Comentários

  1. ótima dica!! Vou comprar pra ler!! ;) Vi seu post na Liga.. Bjs Pri

    ResponderExcluir
  2. Eu não sou muito chegado nesses livros, me dão a sensação que são todos muito parecidos (o estilo) uns com os outros, queria algo um pouco mais diferenciado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, a sensação de você já leu algo assim é grande, mas esse se diferencia só um pouquinho dos demais. Quando um livro com uma história - como por exemplo a de vizinhos que se odeiam - faz sucesso, vira moda, aí todo mundo só faz livro assim, já que deu certo. Esse é o problema.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas