Assisti ''Um Senhor Estagiário'' (2015)



Jules Ostin (Anne Hathaway) é a criadora de um bem-sucedido site de venda de roupas que, apesar de ter apenas 18 meses, já tem mais de duas centenas de funcionários. Ela leva uma vida bastante atarefada, devido às exigências do cargo e ao fato de gostar de manter contato com o público. Quando sua empresa inicia um projeto de contratar idosos como estagiários, em uma tentativa de colocá-los de volta à ativa, cabe a ela trabalhar com o viúvo Ben Whittaker (Robert De Niro). Aos 70 anos, Ben leva uma vida monótona e vê o estágio como uma oportunidade de se reinventar. Por mais que enfrente o inevitável choque de gerações, logo ele conquista os colegas de trabalho e se aproxima cada vez mais de Jules, que passa a vê-lo como um amigo.
✿✿✿ BOM


Em "Um Senhor Estagiário" conhecemos Jules Ben. Jules, uma jovem e recente empresária do ramo da moda vive, praticamente, para o trabalho. Depois de postar fotos no instagram vestindo alguns roupas, ela conseguiu, em pouco tempo, montar uma loja na internet e vender para todo o país. Casada, mãe de uma menina linda e inteligente, ela tenta conciliar a administração da sua empresa e a sua família. Ben, um senhor muito legal, aposentado, viúvo e extremamente organizado, vê a oportunidade de continuar a se sentir útil e não somente mais um velho que não faz nada, ao encontrar a vaga de estágio para pessoas da maior idade na empresa de Jules.


Ao começar a trabalhar como estagiário de Jules, Ben conquista logo de cara os companheiros de trabalho, menos sua contratante, pois esta encontra dificuldade em se comunicar com uma pessoa mais velha. Porém, intimada a passar a administração da empresa para um CEO mais experiente por não conseguir lidar com todos os compromissos de trabalho, além de enfrentar uma crise silenciosa no casamento, ela se vê atordoada e encontra em Ben o apoio que necessitava. Ai vemos uma amizade verdadeira nascendo. Bom, mais que isso, Jules vê em Ben um melhor amigo. Não só ela, mas como para todos no escritório.


Uma comédia, mas que trata de bem mais coisa do que a maioria de filmes dessa categoria. Nele, analisamos a rotina de uma mãe de família, que trabalha fora administrando uma empresa em ápice. Vimos aí retratado que o preconceito ainda é muito grande para as mães/mulheres que trabalham e cuidam da família. Vemos, também, o pai que deixa de trabalhar para cuidar da casa e da filha e se perde nesse processo. O drama de ter que passar a responsabilidade das decisões para um "estranho", o distanciamento, ainda que sutil, do marido, e a possibilidade de esta falhando no trabalho deixa Jules a beira de uma crise de estresse. Temos, além disso, o processo de reingresso de um idoso ao mercado de trabalho. A dificuldade de lidar com a tecnologia, mas a facilidade com que Ben aprende mostra que a pessoa mais velha não é incapaz, basta você ter disponibilidade para ensiná-lo.

Apesar disso tudo, é uma comédia leve e envolvente, que você se perde no enredo e não vê o tempo passar. Com um "q" de sessão da tarde, não precisou apelar para outras estratégias para se fazer engraçado. Com tramas do dia a dia, "Um Senhor Estagiário" ganha em basicamente tudo: trilha sonora, roteiro e atores; atores de peso, a propósito. O que não podemos deixar de lado são as tramas secundárias, que são ótimas e hilárias, também. O filme poderia ser bem melhor se o desfecho fosse mais explícito. Um filme em que o telespectador tem que inferir o final é arriscado. Mas isso, a meu ver, não deixou a desejar.


Filme | Um senhor estagiário
Direção | Nancy Meyers
Atores | Anne Hathaway, Robert De Niro, Adam DeVine
Ano | 2015

Assista

Comentários

  1. Eu amei esse filme tanto que ele entrou para meus favoritos. É um filme tão fofo que é tipo sessão da tarde a gente assiste várias vezes sem cansar.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  2. GENTE! VC SALVOU MEU TRABALHO DE FACU HAHAHA
    Nem lembrava que meu prof tinha pedido pra assistirmos, pois no final de tudo vai ter uma atividade sobre.
    Aposto que ninguém mais da sala se lembra também.
    Obrigada, amei haha
    Beijos
    nadageek.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita! Que bom que você lembrou a tempo. Mostre pros seus amigos hehehe

      Excluir
  3. Excelente dica de filme Nilzete, ainda não assisti mas vou com certeza, e sobre o preconceito que "ainda é muito grande para as mães/mulheres que trabalham e cuidam da família", só posso dizer que é verdade, sinto na pele.Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Infelizmente isso é ainda é frequente...

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas